Capital de giro para MEI: cuidados importantes

Equipe SOMEI

Capital de Giro, você sabe o que é e como aplicar os principais conceitos do capital de giro na sua empresa MEI?

Capital de Giro é um dos conceitos mais básicos e fundamentais para a boa gestão de uma empresa, apesar de parecer complexo, ele é mais simples do que a maior parte das pessoas imagina.

Controlar o capital de giro da empresa é fundamental para manter as contas equilibradas e garantir o crescimento sustentável dos negócios.

Para ajudar você que é MEI e portanto ainda está se habituando a alguns termos e processos gerenciais, preparamos este artigo onde listamos 10 dicas relacionadas ao capital de giro.

Conte com a SOMEI para fazer a sua empresa MEI decolar, não perca as dicas deste artigo.

Chegou o aplicativo do MEI

O que é Capital de Giro?

Antes de falarmos sobre cada uma das dicas que separamos sobre o capital de giro, é importante saber o que significa esse famoso termo.

Em resumo, o capital de giro é o dinheiro necessário para financiar as operações e os custos de uma empresa mantendo os seus negócios e financiando os compromissos de curto prazo, enquanto as receitas não entram no caixa.

Por falar em caixa, o capital de giro está diretamente ligado ao fluxo de caixa, uma vez que entende-se como capital de giro os recursos financeiros que a empresa tem disponível, ou seja em caixa!

Para ficar mais fácil, imagine o seguinte: Você efetuou uma compra de mercadorias diretamente do seu fornecedor com o objetivo de revender aos seus clientes. Logo, você precisará efetuar um pagamento ao seu fornecedor antes mesmo de vender os produtos.

Mas, como pagar o fornecedor antes mesmo de receber pelas vendas dos produtos? Simples, com o capital de giro da empresa! Percebeu o quanto o capital de giro é importante? Sem ele as empresas não conseguem funcionar!

Agora que você já sabe o que é capital de giro e o tamanho da sua importância é hora de conhecer as 10 dicas que preparamos para você a respeito do assunto!

1. Controle de receitas

A primeira etapa para conhecer o capital de giro de uma empresa diz respeito ao controle de receitas.

As receitas são os recursos que entram no caixa da empresa proveniente da venda de produtos ou então por serviços prestados.

Como mencionamos anteriormente, capital de giro e fluxo de caixa são duas coisas que andam juntos, portanto, é importantíssimo registrar cada uma dessas receitas, informando ainda a sua origem e a data do recebimento.

2. Controle de recebíveis

Já sabemos que receitas são os recursos que entram no caixa da empresa e que portanto passam a compor o capital de giro. Esperamos que você já realize o correto registro das receitas da sua MEI. Mas, precisamos ir um pouco além e registrar também os recebíveis.

Recebíveis são direitos, ou seja, recursos que a empresa tem a receber de terceiros por um produto vendido ou serviço prestado com pagamento a prazo.

Para o empresário, conhecer os recursos a receber é fundamental, pois isso o ajudará a planejar as despesas e os investimentos futuros com base no que a empresa espera receber no curto prazo. Além disso, ao controlar os recebíveis, fica mais fácil definir estratégias de cobrança de clientes inadimplentes.

3. Controle de despesas

Até aqui estava tudo muito tranquilo, afinal comentamos apenas sobre as receitas, no entanto, toda empresa possui também despesas, elas são inevitáveis para o andamento dos negócios, mas podem ser controladas.

Controlar as despesas é mais um aspecto importante para garantir o capital de giro da sua empresa MEI. Afinal, é muito importante que a empresa não assuma compromissos e despesas maiores do que as suas receitas, pois caso contrário ela estará comprometendo o seu capital de giro e logo se verá em situação financeira delicada.

Portanto, nunca assuma despesas superiores ou muito próximas ao que a empresa espera receber de receitas em um determinado período e assim garanta o capital de giro e a saúde financeira dos negócios.

Decida ser grande hoje mesmo

4. Cuidado com as compras à prazo

Outra dica fundamental e muitas vezes esquecidas pelos empreendedores diz respeito às compras à prazo. Compras à prazo são aquelas realizadas para pagamento posterior e muitas das vezes em parcelas.

Queremos destacar através desta dica a importância de manter um controle eficiente sobre compras à prazo, afinal os boletos certamente chegarão e parte do capital de giro deve estar disponível para fazer frente aos pagamentos na data acordada com o fornecedor.

5. Registre as movimentações por categoria

Quais são as maiores receitas da sua empresa, aquelas provenientes de vendas ou serviços? Quais são as maiores despesas, as relacionadas a aquisição de mercadorias ou aquelas relacionadas com despesas como luz, água e aluguel?

Para manter o controle de fluxo de caixa e garantir a solidez do capital de giro, é muito importante que o empreendedor mantenha uma organização e categorização sobre suas receitas e despesas. Com base na categorização, ao final de cada mês o empreendedor poderá realizar análises diversas, observando por exemplo quais são as categorias que mais geram custos para a empresa.

Com base nessas informações algumas estratégias podem ser definidas, otimizando assim os negócios da empresa. Afinal, quem sabe você não consegue reduzir as despesas em determinada categoria?

6.Acompanhe o fluxo de caixa e o capital de giro diariamente

Agora que você já conhece o que é capital de giro e controla todas as receitas e despesas da sua empresa MEI, é extremamente importante realizar um acompanhamento diário do fluxo de caixa e também do capital de giro disponível. Assim você está sempre por dentro da situação financeira da empresa e consegue evitar imprevistos.

7.Mantenha controle sobre o estoque da empresa

Você sabia que a falta de controle sobre o estoque da sua empresa pode comprometer o capital de giro?

Para manter as finanças da empresa em dia e não comprometer o capital de giro dos negócios esteja atento ao estoque e mantenha o seu controle.

A falta de controle sobre o estoque pode acarretar em sérios problemas relacionados a falta de capital de giro. Um exemplo muito comum é a realização de compras em excesso.

Ao comprar demais o empreendedor utiliza grande parte do capital de giro para pagar os fornecedores e pode demorar a vender tais produtos, comprometendo assim o capital da empresa.

O SOMEI é um aplicativo gratuito para MEIs onde você pode realizar o controle de estoque de todos os produtos da sua empresa. Clique aqui para baixar grátis.

8. Acompanhe e analise os resultados da empresa

Ao passar a manter um controle eficiente sobre o capital de giro, certamente sua empresa MEI poderá colher bons frutos em um curto espaço de tempo.

Para acompanhar os resultados e as transformações dos negócios recomendamos que você realize um acompanhamento e análises mensais, comparando principalmente o capital de giro atual com o capital de giro dos demais meses.

9.Conte com o App SOMEI

Por fim, mas não menos importante mantenha o controle das receitas e despesas da sua empresa, do fluxo de caixa e também do capital de giro de forma prática, fácil e intuitiva com o App SOMEI!

Esqueça o caderninho e as planilhas, clique aqui e baixe agora mesmo e gratuitamente o melhor aplicativo para controle de vendas e gestão de empresas MEI! Prático e fácil de usar.

+ Artigos

Dicas para MEI: como calcular preços de venda por margem de contribuição

Recentemente publicamos um artigo aqui no Blog da SOMEI detalhando a precificação de produtos, naquela ocasião utilizamos a metodologia por…

Ler artigo

Dicas para MEI: como calcular preços de venda

Dicas para MEI: Você sabia que o cálculo do preço de vendas influencia o seu negócio em diversos aspectos? Como…

Ler artigo

Empréstimo para MEI: PEAC Maquininhas

Se você é um microempreendedor individual e viu o seu faturamento cair nos últimos meses por conta da pandemia do…

Ler artigo
Arrow-up
pt_BR
pt_BR