Posso abrir MEI com nome sujo? Temos a resposta

Equipe SOMEI

E, de repente, você se vê diante de uma incrível oportunidade de empreender!

Isso mesmo: achou a cereja do bolo e está a um fio de abrir o negócio dos seus sonhos!

E no mesmo instante que vem todo o “tesão” de uma nova oportunidade para a sua vida, vêm suas amadas continhas cutucar o seu ombro e lembrar que você tem o nome sujo. Ô beleza. Tudo que você precisava.

E então vem a pergunta que não quer calar: posso abrir MEI com nome sujo?

Muita calma nessa hora. Seu nome sujo não vai acabar com os seus sonhos!

Era tudo o que você queria ouvir, não é mesmo?! Bate aqui!

Isso mesmo, caros amigos empreendedores, ter o nome sujo, isso quer dizer, estar com pendências no Sistema de Proteção ao Crédito – SPC ou na Centralização de Serviços dos Bancos – SERASA, não vai lhes impedir de abrir um MEI.

Chegou o aplicativo do MEI

Não há vínculo entre seu nome sujo e a abertura de uma empresa, portanto, as pendências junto aos órgãos de crédito não irão interferir na constituição de um CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica).

O que poderá, sim, impedir que você prossiga com a abertura de uma Microempresa Individual são pendências cadastrais do seu CPF junto à Receita Federal, o que pode ser resolvido junto a alguma agência da Receita Federal do Brasil, Correios ou, até mesmo, algumas agências bancárias.

Também, um fator decisivo para que você não possa abrir um MEI é já possuir outra empresa individual, ou ser sócio em alguma sociedade empresarial.

Com exceção desses dois principais casos, fique tranquilo que você poderá empreender.

Porém, tenha em mente que, mesmo que você possa abrir MEI com nome sujo, estar negativado não é nem um pouco agradável ou certo. Isso porque, estando com o nome no SPC ou SERASA, você encontrará vários empecilhos para crescer.

É comum e não é um erro necessitarmos de crédito. Utilizar dinheiro financiado por terceiros pode ser essencial, para criarmos uma estrutura boa o suficiente para quitar essas dívidas e não precisarmos utilizá-las por um bom tempo, uma vez que conseguimos progredir.

 Muitas pessoas físicas e jurídicas captam recursos de terceiros com o intuito de ganhar fôlego e superar um momento de aperto financeiro. Ou até mesmo, para administrar melhor suas finanças, uma vez que pagamentos à vista nem sempre são possíveis.

Decida ser grande hoje mesmo

Porém, uma vez que temos o nome sujo, a obtenção de crédito acaba. Pelo menos por um bom tempo. E isso pode se tornar uma dor de cabeça, uma vez que a contratação de financiamentos junto a instituições bancárias ou a compra parcelada em estabelecimentos comerciais serão negadas para o seu CPF.

Então, o melhor a ser feito é buscar a regularização de suas dívidas, junto ao SPC e/ou SERASA.

Temos algumas dicas para você, que está com o nome sujo, limpar o seu nome de vez!

Primeiramente, vale lembrar que você não será incluído na lista de inadimplentes dos principais órgãos de cadastros (SPC, SERASA, etc.), sem ser comunicado anteriormente.

Você irá receber uma comunicação e poderá negociar, em um período estabelecido, suas dívidas, evitando ficar com o seu CPF negativado.

Caso seu nome seja incluído na lista de inadimplentes, a solução é você quitar ou renegociar suas dívidas junto ao banco, loja ou prestador de serviço no qual está devendo. Dessa forma, seu nome será excluído do banco de dados de inadimplentes em poucos dias úteis.

Lembre-se que, quando não for possível quitar a dívida à vista, a renegociação de dívidas é a melhor solução. Quando a renegociação é efetivada entre as partes (você e o estabelecimento credor), pagando a primeira parcela, seu nome já ficará limpo novamente.

Como evitar ter meu nome sujo?

Evitar ter o CPF negativado é simples, e você já deve ter ouvido muitas vezes: não gaste mais do que ganhe. O grande problema é como não gastar mais do que ganha, tendo em vista o alto custo de vida do nosso país.

É notável que o nosso poder de compra está cada vez menor. Porém, reclamar ou se endividar não é solução. São problemas, e o foco, portanto, deve ser modificado.

Procure, primeiramente, elaborar um pequeno fluxo de caixa mensal, com a relação de todos os seus “recebimentos” (ganhos) e todos os seus “pagamentos” (gastos). Ficará claro se, mensalmente, você desembolsa mais do que recebe. E se isso ocorrer, deverá buscar algumas soluções.

Uma reunião com sua família poderá trazer algumas boas alternativas. Não tenha vergonha de conversar sobre finanças com aqueles que ama.

Buscar rendas extras, trabalhar em mais um turno, cortar gastos desnecessários, procurar pelo oferecimento de produtos e serviços mais baratos, vender bens pouco utilizados, empreender em um produto ou serviço promissor, são algumas formas de evitar furos no orçamento.

Em último caso, contrate empréstimos, que ajudam sim a quitar as contas, mas que deverão ter parcelas cabíveis no seu bolso e os juros mais baixos que conseguir. Se as parcelas e os juros forem inviáveis, busque outra forma de financiamento, com algum familiar ou amigo. Mas se comprometa em pagar, hein? Caso contrário, perderá o amigo.

Agora que você já sabe que, pode sim, abrir um MEI com o nome sujo, e já tem algumas dicas de como limpá-lo e evitar voltar à condição de negativado, que tal se aventurar no mundo dos negócios?

Se você possui perfil empreendedor, a abertura de um MEI e a oferta de produtos ou serviços que você sempre sonhou, pode ser a solução para nunca mais fazer parte de um cadastro de inadimplentes!

Procure se informar sobre a abertura de um MEI, e bons negócios!

+ Artigos

Onde emitir Nota Fiscal? MEI, descubra aqui!

O papo de hoje é para quem pretende faturar! E quem não quer, não é mesmo? Vender e prestar serviços…

Ler artigo

MEI precisa de alvará e licença? Saiba o que mudou.

O empreendedorismo no Brasil tem aumentado consideravelmente nos últimos meses. Com a crise enfrentada por muitos brasileiros, provinda de desemprego,…

Ler artigo

Desenquadramento MEI: fique atento a legislação

Eis aqui um assunto que vale muito a nossa atenção: o desenquadramento do MEI! Muito importante é, após formalizarmos o…

Ler artigo
Arrow-up
pt_BR
pt_BR